Minha história

Oi, meus amores!

A maioria das pessoas me conhece pelo meu perfil no Instagram @nastrologia, mas aqui vou abrir meu coração e contar para vocês um pouco mais sobre a minha história.

O que mais me perguntam é: “De onde surgiu essa sua paixão por Astrologia?”. E a verdade é que ela nunca surgiu, mas sempre esteve comigo. É algo meu e faz parte da minha essência. Desde pequena eu tenho um grande fascínio pelas estrelas e pelo Universo. Tudo que remetia ao espaço, me interessava. Lembro-me que, aos 7 anos, perguntei para a minha mãe qual era o meu signo, mesmo sem saber conscientemente o que era isso. Ela me respondeu: “Você é Libriana, filha. Mas por que quer saber?”. E eu afirmei: “Porque preciso saber quem eu sou”.

Tenho Sol em Libra, Ascendente em Capricórnio e Lua em Virgem. Por ser Libriana, sou muito indecisa em vários aspectos da minha vida, mas, como tudo tem um lado bom, essa indecisão me trouxe meu maior presente: a Astrologia.

Quando completei 18 anos, me formei na escola e não tinha ideia de qual carreira profissional eu queria seguir. Era uma pressão enorme para decidir meu futuro e isso só me deixava mais confusa. Minha mãe maravilhosa (mais conhecida como Mamacita pelos meus seguidores), compreendeu que eu ainda não estava pronta para tomar essa decisão tão importante e resolveu me dar seis meses “sabáticos” para eu me descobrir.


E sabem o que eu descobri nesses seis meses? Que eu não me conhecia. Não sabia nada sobre mim. Não sabia o que eu gostava, o que eu tinha facilidade para fazer, quem eu era; nada! É incrível como, após 18 anos de vida, eu não sabia quem era a Natalia. Sendo muito sincera, essa descoberta foi um baque emocional muito grande para mim, porque eu me sentia perdida. Todos os meus amigos já estavam no cursinho ou até mesmo entrando na faculdade, e eu lá, sem saber que rumo seguir.

Até que, um dia, Mamacita chegou para mim e perguntou animada: “Vamos fazer um curso de Astrologia juntas?” E eu, que sempre amei fazer cursos diferentes relacionados à espiritualidade, topei. Só que eu não tinha noção do que era a Astrologia. Eu achava que ia aprender a identificar as estrelas e constelações no céu, rs! Não tinha a menor ideia de que ia aprender sobre os signos e mapa astral. Ou melhor, não sabia que era uma CIÊNCIA!

Claramente, o curso caiu como uma luva no momento em que eu estava vivendo. A Astrologia é uma ferramenta de autoconhecimento muito profunda e era tudo o que eu precisava para me encontrar e definir minha carreira profissional. Em cada aula, eu me surpreendia e me apaixonada ainda mais! Eu ficava em ÊXTASE! A sensação era de que eu já conhecia tudo isso e só estava relembrando. Era muito doido! Aí, eu chegava em casa, pegava o meu mapa e as anotações do que eu tinha aprendido no dia, e ia desvendando o meu próprio mapa natal. Foi assim que descobri que tinha uma aptidão para comunicação e, por isso, resolvi prestar o vestibular para o curso de Relações Públicas.

Decidida e me conhecendo mais, entrei no cursinho, estudei bastante e passei na faculdade. No primeiro ano, eu já era conhecida como a “Naty dos Signos”, rs! Eu decorava o signo e até os mapas das pessoas, mas não os nomes (confesso que até hoje isso acontece).

Na faculdade, interpretei mapas de amigas, colegas e professores – inclusive, meu ex-professor Adriano Rodrigues me ajudou a montar esse site lindo para vocês! – Lá, conheci a querida Heloísa Paulenas (pisciana maravilhosa) que, um dia, chegou para mim e sugeriu: “Naty, já que você gosta tanto de Astrologia, por que não cria um perfil no Snap (lembram dele?) para falar sobre o que está acontecendo no céu, onde está a Lua e dar dicas para as pessoas de como lidar com as energias dos Astros?”. Aquilo ficou na minha cabeça. Voltei para casa pensando e me veio uma inspiração: o perfil do Snap vai se chamar NASTROLOGIA (Astrologia por Natalia), porque era a minha maneira de interpretar essa Ciência tão rica juntamente com o meu conhecimento espiritual.

Criei o perfil, divulguei para as pessoas mais próximas e BUM! Bombou! Em poucos dias, eu já estava com 6.000 seguidores. Era uma troca muito legal, eu AMAVA falar sobre Astrologia e aprendi muito naquela época. Mas, depois de dois anos, as pessoas pararam de usar o Snap e foram migrando para o Instagram. As visualizações diminuíram e eu senti a necessidade de migrar para nova mídia social também – foi quando eu criei o perfil @nastrologia que tenho até hoje.

Porém, quando essa mudança aconteceu, acabei perdendo muitos seguidores. Além disso, tive que focar na faculdade e procurar estágio na área de Relações Públicas. Comecei a trabalhar em uma agência e, aos poucos, fui reduzindo as postagens e interações no Instagram. Nunca parei de vez, mas a frequência diminuiu bastante. A verdade é que eu não estava dando conta de fazer os trabalhos da faculdade, estudar para as provas, focar no estágio e ainda produzir conteúdo. Foi uma época bem corrida e intensa da minha vida e, infelizmente, acabei deixando o Instagram de lado.

Como meu Ascendente é em Capricórnio, eu tentei inúmeras vezes me encaixar nos padrões sociais. Embora meu coração sempre quisesse trabalhar com Astrologia, eu resolvi entrar no mundo corporativo. Depois de me formar, fui trabalhar em outra agência de comunicação na qual eu atendia exclusivamente uma multinacional super renomada no mercado. Sabe aquelas empresas bem tradicionais, hierárquicas e cheias de burocracias? Então, fui parar numa dessas. Só que, mesmo dentro da empresa, as pessoas me procuravam para fazer interpretação de mapa astral. E eu fazia com o maior prazer, sem cobrar nada, apenas pelo simples fato de poder ter contato com Astrologia no meu dia-a-dia.

Vida vai, vida vem, e eu percebi que não estava feliz naquela empresa. Eu não me encaixava, me sentia um peixe fora d’água. Faltava propósito. Faltava poder expressar minha essência. Faltava amor, leveza e paz no trabalho. Mas, vocês acham que o meu Ascendente em Capricórnio ia desistir fácil assim?! Lógico que não! Teimei, fiquei trabalhando lá visando meu crescimento profissional, estabilidade financeira e meus objetivos e metas a longo prazo. Resultado: adoeci.

Desenvolvi a Síndrome do Intestino Irritável por conta da ansiedade. Eu me sentia muito pressionada naquele ambiente, ficava tensa o tempo todo e meu corpo físico sofreu as consequências. Parecia que o Universo dizia: “Minha filha, esse lugar não é para você não, sai daí logo!”. E eu, teimosa que sou, precisei aprender pela dor. Passei muito mal, sofri, tive crises de ansiedade, minha barriga ficava muito inchada, tive que tomar injeções, fazer tratamento, enfim, até alergia de pele eu desenvolvi. Tudo isso por conta do estresse.

Aí, vocês me perguntam: “Natalia, você se arrepende?”. E minha resposta é: “Não”. Claro que o preço foi bem alto (minha saúde física e mental), mas não me arrependo. Sabe por quê? Porque cresci MUITO, conheci pessoas iluminadas que quero levar para a vida toda e, sobretudo, descobri o que eu NÃO quero para a minha vida. Eu precisei testar, precisei teimar, precisei sofrer para compreender de verdade qual é a minha missão. 

Hoje, posso afirmar com toda a certeza do meu coração que a minha missão é ajudar as pessoas a se autoconhecerem. É relembrá-las de quem são e o que se propuseram a fazer nesta encarnação para evoluir. É isso que eu faço nos meus atendimentos. Utilizo a Astrologia como ferramenta para interpretar os códigos que você mesmo criou antes de encarnar, com toda a consciência do que você precisava aprender para evoluir espiritualmente. Portanto, sim, somos nós que montamos o nosso mapa astral! Nós que escolhemos estrategicamente nosso signo, Ascendente, posicionamento dos planetas, a disposição das casas, aspectos, tudo!

Esse site é o início da minha jornada como Astróloga. Por isso, na minha logomarca há uma menina entrando em um portal. É um portal de luz que vamos construir juntos; eu e vocês! Sou muito grata por cada um que me acompanha, que me manda mensagem e que me incentiva a continuar nesse ramo. Sem vocês, eu não estaria aqui hoje. Obrigada, do fundo do meu coração, por simplesmente existirem. Vocês são LUZ e é uma honra para mim poder relembrá-los de suas missões!

Para quem quiser ir mais a fundo em relação a minha história e descobrir a origem da minha paixão por Astrologia, que não é dessa vida e nem desse planeta, leia esse texto aqui:  A Linha de Hebah, a mística Lua de Hangrar e a Magia Dos Astros. 

Gratidão!

Natalia Faria

Astróloga do Nastrologia. 

Agende seu atendimento

contato@nastrologia.com.br

Desenvolvido por Doka Comunicação